m
Popular Posts
Siga-nos
HomeCidadesScaratuja, espetáculo de teatro para bebês, realiza duas apresentações no Sesc Jundiaí

Scaratuja, espetáculo de teatro para bebês, realiza duas apresentações no Sesc Jundiaí

Nos dias 23 de maio, terça-feira, às 11h e as 14h, e 24 de maio, quarta-feira, às 11h, 14h e 19h o Sesc Jundiaí recebe a peça “Scaratuja”, desenvolvida especialmente para bebês de zero a três anos. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados na Bilheteria do Sesc Belenzinho, com uma hora de antecedência de cada apresentação. As apresentações integram a Semana Mundial do Brincar – Campanha que promove a consciência sobre a importância de brincar em todas as idades.

Após a residência artística com o Grupo Principio Attivo Teatro, na Itália, os atores- fundadores da Cia Paulista de Artes e sócios da produtora Catarsis, Marcelo Peroni e Aline Volpi continuaram por mais quinze meses suas pesquisas de teatro para a primeira infância, com orientação pedagógica de Livia Brigoni Balanin e colaboração do ator Vladimir Camargo, até decidirem pelo uso da linguagem não verbal em Scaratuja, e pela exploração do corpo e do espaço na relação estabelecida entre a criança e as imagens.

“Num tempo de relações tão virtuais, trazer o bebê para experiências concretas e materiais, compartilhando com outras crianças e adultos momentos de interação e criatividade, me parece essencial. Há que se pensar que, ao mergulharmos no universo dos bebês, entramos numa nova relação de tempo, espaço e maneira de se comunicar por meio do teatro, sem o temor de sermos complexos ou de propormos algo incompreensível, e considerando sempre a estética e qualidade artística do trabalho”, diz o diretor Marcelo Peroni.

Os “rabiscos” ou garatujas” na  peça partem de um emaranhado de linhas, traços, pontos e círculos que vão ganhando complexidade ao longo da encenação, acompanhando o desenvolvimento da expressão das crianças.

A cenografia é composta por um tapete tátil com diferentes texturas, que serve de palco e proporciona a investigação do espaço pelos pequenos.

Os bebês e um de seus responsáveis sentam-se no meio do cenário, enquanto os outros adultos sentam-se atrás e conseguem acompanhar todo o desenvolvimento do trabalho. Dessa forma, todos – adultos e bebês -, são levados a seguir a trilha do desenho que vai da garatuja – primeira forma de expressão escrita- à representação das formas mais estruturadas.

A trilha sonora é da POIN, Pequena Orquestra Interativa, que criou algumas canções inéditas com participação especial de Reanata Mattar e ainda emprestou outras de seu repertório para a peça. A direção musical e músicas originais são de Gustavo Finkler.

Esta é a primeira encenação da Catarsis Produções e também a primeira experiência voltada para esta faixa etária, de 0 a 3 anos.  Com a Cia Paulista de Artes a Catarsis já levou aos palcos espetáculos de sucesso como “Marcelo, Marmelo, Martelo”; “As Noivas de Nelson”, “O Príncipe Feliz” e “Sr. Dodoi”, de Angelo Brandini.

Scaratuja estreou no Sesc Pinheiros em curta temporada, fez duas apresentações no Sesc Santo Amaro, em unidades do interior de São Paulo e estreia temporada de seis semanas no Sesc Vila Mariana.

 

Quem são eles:

MARCELO PERONI

Graduado em Letras e formado pelo Teatro Escola Célia Helena, atua desde 1991. Desde 1991 integra a Cia. Paulista de Artes onde atua como ator, diretor e produtor de diversas montagens.

Participou do V e VI Curso Internacional Orff-Schulwerk. Um de seus principais trabalhos como ator e produtor  é no espetáculo, “As Noivas de Nelson”, de Nelson Rodrigues, direção de Marco Antônio Braz, vencedor de 62 prêmios.

Entre seus trabalhos como diretor, destacam-se os espetáculos  “Marcelo, marmelo, martelo e outras histórias” de Ruth Rocha, “Faz-de-conta que você canta e conta um conto a cada canto”, e a comédia popular “Cobrindo a Megera, de olho na fera”, que em 2008 e 2009, teve apresentações em eventos internacionais, recebendo destaque as apresentações realizadas na XVII International Aids Conference, na cidade do México e na Mostra Internacional de Teatro de Oeiras em Portugal.

Coordenou e produziu o Projeto Sons e Cenas nas escolas em Tempo integral, para 3.600 crianças, na Secretaria Municipal de Educação de Jundiaí nos anos de 2011 e 2012.

Em 2010 e 2012 representou o Brasil na Programação Cultural da XVIII e XIX International Aids Conference em Viena (Áustria) e Washington DC (EUA).

Desde 1995 se apresenta em festivais de teatro em todo o país, tendo participado dos mais importantes Festivais, dentre eles, Isnard de Azevedo (Florianópolis), Festival de Teatro de Curitiba, Festival de Teatro do Recife, FENARTE (João Pessoa), Mostra SESC Cariri de Cultura (Ceará), entre outros.

Atuou em 2013 e 2014 como produtor executivo do espetáculo “A Falecida” com Lucélia Santos e Walter Breda.

Foi assistente de direção de Marco Antonio Braz no espetáculo ”Bola de Ouro”, de Sarrazac, com Celso Frateschi, Walter Breda e Marlene Fortuna.

Em 2015, fez residência artística na Itália, com o Grupo italiano Principio Attivo, participou do Festival de Teatro para primeira infância,  “Visioni d futuro, visioni di teatro” em Bolonha, Itália  e participou das oficinas do California Show  Choir  Academy , na Universidade da Califórnia em Los Angeles.

Seus mais recentes trabalhos como diretor  são nos “O Príncipe Feliz”, de Oscar Wilde, e “Bravi Oriundi”, ambos com a Cia Paulista de Artes e “Sonho de um homem ridículo”, de Dostoievski, com José Renato Forner.

Em 2012 criou ao lado de Aline Volpi, a Catarsis Produções, onde atua como diretor e produtor.


VLADIMIR CAMARGO

É ator e bailarino. Atua desde 2003. Em sua formação destacam-se profissionais como Julio Adrião, Anamaria Barreto, Jamile Mirabelli, Welton Nascimbene, Estêvão Marques, Deise Alves, Marcelo Onofri, Renata Mattar e Renata Sampaio.

Desde 2006 atua na Cia. Paulista de Artes, participando das principais montagens do grupo, destacando-se o espetáculo “As Noivas de Nelson” (2008/2016) de Nelson Rodrigues com direção de Marco Antônio Braz, espetáculo com o qual recebeu indicações e prêmios como melhor ator em diversos festivais. Ainda com a Cia, atuou no exterior, em Portugal, Áustria e Estados Unidos.

Em 2014 excursionou pelas capitais brasileiras ao lado de Lucélia Santos, Walter Breda e grande elenco com o espetáculo “A Falecida”, de Nelson Rodrigues.

Hoje, além de seus trabalhos integrais com a Cia. Paulista de Artes, é coordenador artístico no Anita Grossi Studio de Dança e produtor e ator na Catarsis Produções.


ALINE VOLPI

Iniciou seus estudos teatrais em 1991, participando de diversos cursos e oficinas teatrais, destacando-se: InterpretaçãoTeatral com Brian Penido e Guilherme Sant’Anna – Grupo TAPA; com Beto Silveira; com Anamaria Barreto; Direção Teatral com Celso Frateschi; Preparação Vocal com Maria do Carmo Bauer, Canto para o Teatro com Renata Sampaio e Marcelo Onofri, O Corpo Musical com Jean Jaques Lemetre, Percepção Rítmica – Método Dawcroze com Iramar Rodrigues.

Desde 1991 integra a Cia. Paulista de Artes, onde atua como atriz.

Integra o elenco do espetáculo As Noivas de Nelson, com direção de Marco Antônio Braz e preparação vocal de Anamaria Barreto.

Integrou o elenco de A Falecida, com Lucélia Santos, Walter Breda, Eduardo Silva e grande elenco, também sob direção de Marco Antônio Braz.

Participou do longa-metragem Eu te Levo, direção de Marcelo Muller, em fase de lançamento.

Em 2015, fez uma residência artística na Itália acompanhando a turnê do grupo teatral Principio Attivo e o Festival Internacional de Teatro para Primeira Infância, “Visioni di Futuro, Visioni di Teatro”, promovido pelo grupo teatral La Baracca Testoni Ragazzi.

Em 2012 criou ao lado de Marcelo Peroni, a Catarsis Produções, onde atua como atriz e produtora.

 

Ficha Técnica e Serviço:

Scaratuja
Concepção e direção: Marcelo Peroni
Criação: Aline Volpi, Marcelo Peroni e Vladimir Camargo
Dramaturgia final: Marcelo Peroni
Elenco: Aline Volpi e Vladimir Camargo
Orientação pedagógica: Livia Brigoni Balanin
Apoio Técnico: Ana Paula Castro
Projeto cenográfico e de figurinos: Aline Volpi, Marcelo Peroni e Vladimir Camargo
Projeto de luz: Rodrigo Gatera
Execução cenográfica: Edivaldo Zanotti
Trilha sonora: Poin – Pequena Orquestra Interativa
Músicas originais: Gustavo Finkler
Agradecimentos: Cia. Paulista de Artes, Principio Attivo Teatro, La Baracca Testoni Ragazzi,  Edivaldo Zanotti, Eusa Pedro dos Santos, Renata Mattar , Bia Araujo Peroni, Cia. Vagalum Tum Tum.

 

Dias 23 de maio, terça-feira, às 11h e as 14h, e 24 de maio, quarta-feira, às 11h, 14h e 19h

Sesc Jundiaí
Avenida Antônio Frederico Ozanan, 6600 – Jardim Botânico – Jundiaí
Telefone:: (11) 4583-4900
Local: Sala de Múltiplo Uso 2
Capacidade: 30 vagas (bebê mais responsável)
Duração: 50 minutos (25 minutos de espetáculo + 25 minutos de exploração do espaço cênico)
Livre
Grátis
Retirada de ingressos com uma hora de antecedência, na Bilheteria do Sesc Jundiaí
Especialmente recomendado para bêbes de 0 a 3 anos. Cada criança poderá ser acompanhada por um adulto

Horário de funcionamento da Unidade:
Terça a Sexta Das 09h às 22h / Sábados, Domingos e Feriados das 10h às 19h